Pular para o conteúdo

Casa do Bispo, do século XVIII, no Rio Comprido, é oferecida pra locação

  • por

Construída no século XVIII, a Mansão colonial foi tombada pelo IPHAN, em 1938, tendo sido utilizada como um seminário religioso até a década de 1980,

Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em 15 de julho de 1938, a histórica Casa do Bispo, antiga casa dos Bispos do Rio de Janeiro, localizada no Rio Comprido, na zona Norte do Rio de Janeiro, está disponível para locação pela Sérgio Castro Imóveis. O casarão tem acesso pela Paulo de Frontin, e é conhecido pela sua beleza.


Configurada em 2 pisos de 400 m² e com 2 grandes salões com diversos ambientes em cada piso, a antiga residência possui diversos atrativos interessantes para empreendedores que quiserem montar uma empresa de tecnologia, uma startup ou centro cultural. Ela também é isenta de IPTU, além de ter fácil acesso desde as zonas Sul, Norte e Centro. O imóvel está restaurado e em perfeito estado.

Com belíssimos pisos em tábua corrida, a residência, apesar da antiguidade, conta com uma ótima rede elétrica capaz de suportar a instalação de ar condicionados e demais eletroeletrônicos, segundo o corretor Marcus Vinícus Ferreira. “A Casa do Bispo é um dos imóveis mais emblemáticos do Rio, e serve a múltiplas funções, desde sede de empresa até finalidades culturais e educacionais”. O preço pedido pelo aluguel da mansão colonial é de 30 mil reais por mês.

A construção conta ainda com um entorno arborizado além de parqueamento no qual é possível estacionar até 8 veículos, além de contar com segurança 24h.

Um pouco de história

A Casa do Bispo era parte integrante das terras doadas por Estácio de Sá, em 1565, aos jesuítas que as utilizavam para a plantação de cana de açúcar.  

Construída início do século XVIII pelo engenheiro José Fernando Pinto Alpoim, a Casa do Bispo foi comprada, em 1765, por Francisco Xavier de Carvalho que, posteriormente a doou ao Bispo D. Frei Antônio do Desterro, que a transformou em um seminário em 1873.

A Casa teve seu nome mudado para Seminário São José, em 1891, tendo a sua função religiosa perdurado até a década de 1980, quando foi alugada pela Fundação Roberto Marinho e utilizada desde então e até pouco tempo como sua sede. O imóvel chegou a ser alugado para outra empresa, que ficou curto período no imóvel.

A bela edificação foi construída em estilo colonial com características setecentistas. Com varanda na fachada e pátio central, ambos com colunas toscanas de alvenaria, a casa possuí ainda arcaria no térreo e janelas de púlpito no sobrado, além de contar com escada em dois lances.

Fonte: https://diariodorio.com/casa-do-bispo-do-seculo-xviii-no-rio-comprido-e-oferecida-pra-locacao/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *